Make your own free website on Tripod.com


 

De tudo fica um pouco...


 

De tudo sempre fica um pouco.
Dos meus medos.
Dos teus gritos.
Da flor ficou um pouco.


Ficou um pouco daquela noite corrida, da ternura ficou um pouco, muito pouco.


Pouco ficou da paixão
que nos avassalava,
mas de tudo fica um pouco.
Fica um pouco do teu rosto
olhando para o meu.
Fica um pouco do teu corpo,
dentro do meu.


Pois de tudo fica um pouco,
fica um pouco do seu profundo silêncio,
fica o vazio,
o cheiro de cigarro,
a cama desfeita, daquele quarto apertado,
um pouco ficou, ficou um pouco.


Já não sofro, pois já não brilhas
mais dentro de mim.
Pois éramos ou sentíamos
algo tão diverso do que
pensávamos que fossemos.








Para enviar essa mensagem clique na figura abaixo

 

Voltar


By Sandy